pequenas vitórias | beda 2018 #08

8.8.18

Tô aqui vivendo mais um dia bosta em que o pensamento de: "não acredito que ainda tenho que fazer post pro beda" veio na minha cabeça. E a vontade de desistir também. Mas aí fui ver que dia era hoje e percebi que, pela primeira vez na história desse blog, tivemos posts por SETE dias seguidos (e mal acreditei que é real). Então, é isso: venci -ao menos- a primeira semana do beda. Ainda temos muitos dias pela frente? Sim. Mas, já tenho algo para comemorar, uma pequena vitória


Essa noite demorei muito pra dormir (assim como na noite anterior) mas consegui levantar -relativamente- cedo pra começar a trabalhar. Meu fluxo de trabalho, especialmente de edições, anda muito maior do que eu estava acostumada e ainda não tô sabendo lidar direito com isso. A tela do notebook anda me incomodando bastante e tenho sentido necessidade de ter uma maior para poder trabalhar melhor no lightroom. Com isso, venho procrastinando bastante nessa parte de tratamento das fotos, coisa que antes eu AMAVA fazer. É claro que ainda gosto, mas a impossibilidade de comprar um novo computador agora (ou monitor que sirva especialmente pra isso) anda me desanimando um pouco. Apesar disso, no dia de hoje eu consegui finalizar dois trabalhos que estavam pendentes dentro do prazo. No primeiro, criei uma galeria online para a cliente escolher as fotos que deseja pra entrega final, e ela me deu o feedback mais POSITIVO do mundo sobre o ensaio (sou ansiosa demais e em dias de entrega fico com a cara grudada no celular esperando a pessoa expressar alguma reação, RISOS). No segundo, que foi uma seleção de prévias (que eu fiz) de um ensaio maior que ainda preciso finalizar, a reação da cliente não foi lá das melhores. Não houve crítica ou reclamação, mas também não teve empolgação ou algo que me dissesse que ela realmente gostou do que viu. E isso mexeu MUITO comigo. O mais foda de pensar nessa situação, é que algo tão pequeno conseguiu me levar pro fundo do poço em questão de segundos, criando mil pensamentos destrutivos na minha cabeça. Como se o elogio/empolgação da outra cliente, que veio nesse mesmo dia, nunca tivesse existido. Apesar de todos os pesares, escrever um pouco disso por aqui (vencendo mais um dia de beda) me ajudou a organizar os pensamentos, clarear as ideias e ver que as vitórias de hoje foram maiores do que as derrotas. Assim seguimos. Até amanhã.
© coffee, rock & beer POR KARINE BRITTO